Preço e Valor

Em tempos de capitalismo selvagem é importante entender a diferença entre preço e valor.

Essa diferença é mostrada de forma muito engraçada no filme “Os Delírios de Consumo de Becky Bloom”. Gostei muito do filme. Além dessa lição, fazia algum  tempo que  eu não assistia à uma comédia sem os famosos apelos sexuais.
Engraçado que essa história toda de preço e valor, me lembrou da minha parábola favorita, a parábola do filho pródigo. O filho mais moço só aprendeu o valor de algumas coisas depois de ter perdido toda a herança, e o filho mais velho, mesmo tendo tudo que era do pai, não sabia quão valioso era.
Mês passado ganhei várias coisas muito valiosas, não só pelo que representam, mas também pela pessoa que deu.
  • Uma agenda da Mafalda. Desnecessário dizer que amo a Mafalda né? Foi dada pelo namorado.
  • Um Paper Toy da Frida Khalo, minha pintora favorita. Dado pela amiga Jessiquinha.
  • Uma canequinha de vaquinha (eu coleciono canecas). Dada pela amiga Nat.
  • Uma Tulipinha de pano perfumada, adoro tulipas. Dada pela minha irmã, Bobó.

Todas essas coisas possuem um valor imenso, me deixaram muito feliz  e demonstram todo carinho imerecido dispensado a mim por pessoas tão especiais. Tem coisas que o dinheiro não compra, já dizia a Mastercard. Tem coisas que são CARAS e outras que são RARAS.

Anúncios

9 comentários on “Preço e Valor”

  1. Michele diz:

    A melhor coisa de qdo se começa a trabalhar e o mundo capitalista.
    É viciante a ideia de “Querer é poder”.

    Já estou fazendo os calculos para saber se neste natal PODEREI tudo que QUERO!!!

    bjos

  2. Nina diz:

    Ai, tão bom ganhar presente né?!não importa o preço, ganhar é sempre bom!!
    assisti esse filme, amei =D
    infelizmente me identifiquei um pouco – principalmente na parte em que o manequim fica seduzindo ela com as coisas… apontando as bolsas…. e tão ridiculo que no final do filme eu pensei “poxa que cachecol verde lindo, queria achar uma assim pra COMPRAR” …. uuahahauh

  3. …e há pessoas que são lindas.

    bj

  4. Navegando pela blogosfera encontrei o seu blog, e que por sinal é muito bom.
    Ontem no seminário teológico onde sou coordenador acadêmico, estavámos conversando e um aluno afirmou que não conhecia mulheres que entendiam de teologia, eu afirmei que conhecia e citei a Nani, do blog nani e a teolgia, agora posso citar o seu também.
    Somente um detalhe, uma dica: Lucas 15 não apresenta três parábolas, e sim uma parábola com três figuras, sendo a do filho pródigo a terceira figura. Observe os versículos 3,8,11; perceba que ele não muda de parábola,somente continua a que havia começado. Procure o livro: TODAS AS PARÁBOLAS DA BÍBLIA, HERBERT lOCKYER, EDITORA VIDA.
    Abraços,

  5. Ivonete!

    Adorei esse post!!! Um dos que mais gostei mesmo! hehe

    Esse filme deve ser ótimo! Sou doido pra vê-lo!
    Gosto muito da atriz!
    E sua reflexão foi bacana mesmo!

    Às vezes tem coisas com preço nenhum mas um valor imensurável pra nós, né? =]

  6. Sou coordenador do seminário teologico pentecostal do ceara.
    fica em fortaleza.
    abraços

  7. Tai diz:

    “Tem coisas que são CARAS e outras que são RARAS.” Verdade verdadeiríssima! Adorei o post! Beijos :*


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s